Tecnologia Moderna Contra o Mau Hálito

Autor: Alison
Se o seu mau hálito é contínuo e duradouro, e todos os outros fatores foram descartados, você deveria considerer fazer testes sofisticados usando tecnologia moderna: Um novo monitor de sulfeto portátil chamado de Halímetro está sendo usado frequentemente para testar os níveis de emissão de sulfeto no hálito.

Contudo, há ressalvas nas aplicações clínicas e laboratoriais. Por exemplo, muitos sulfetos comuns não são facilmente reconhecidos e podem ser identificados erroneamente nos resultados do teste. Alguns alimentos como alho e cebolas produzem sulfeto no hálito por aproximadamente 48 horas e podem afetar o resultado.

O Halímetro também é muito sensível a bebidas alcoólicas; pode ser necessário evitar beber alcool ou usar enxaguantes bucais que tenham alcool por pelo menos 12 horas antes de ser testado. Esse aparelho perde sua sensibilidade com o tempo é precisa ser calibrado para manter-se preciso.

Pesquisas modernas nos deram máquinas portáteis de cromatografia de gás como o "OralChroma", que é especificamente criado para medir digitalmente os níveis moleculares dos três principais compostos presentes em seu hálito. É extremamente preciso em seus resultados e produz gráficos para análise pela interface do computador. Testes microbiológicos de amostras de resíduos retirados dos dentes e língua continuam a ser o método mais preciso para determinar as bactérias responsáveis pelo mal odor de sua boca.

Alison J. Machado já ensinou para milhares de pessoas que é possível acabar com o Mau Hálito com uma taxa de sucesso de 96% - usando ingredientes simples que você pode comprar em qualquer supermercado por apenas R$4... mesmo que tudo que você já tenha tentado até hoje tenha falhado.

Como tratar e combater o mau hálito ou halitose

Autor: Ricardo Miguel

O que provoca o mau hálito?

  1. Uma das causas naturais que provocam o mau hálito é a ingestão de alimentos com cheiros fortes como o alho, a cebola, alguns tipos de queijos, etc.
  2. Caso seja fumador ou bebe cafés em demasia, saiba que esses podem ser os possíveis responsáveis pelo problema da halitose.

Desmistificando o mau hálito

Desmistificando o mau hálito

Autor: Jean Rodrigo dos Santos
Muitos de nós já nos deparamos com a situação "desagradável" de conversar com alguma pessoa portadora de algum grau de mau hálito, por que isso ocorre?

Mau hálito, também conhecido como HALITOSE que é o termo científico para o mau hálito e é uma palavra originária do latim halitu (ar expirado) e osi (alteração). É muito importante dizer que o mau hálito é um sintoma e não uma doença. Ele revela que algo no organismo está em desequilíbrio, que tem de ser detectado e tratado.

Mau Hálito é pior que chulé!


Um homem com um chulé horrível namorava com uma moça que tinha um hálito terrível. Ele nunca tirava os sapatos e ela não parava de chupar balas. Até que um dia eles decidiram se casar. Na lua de mel a mulher resolveu abrir o jogo, afinal um dia ele ia descobrir mesmo. Então ela foi falar com ele, sem nenhuma bala na boca:

Os 5 Maiores Mitos Sobre Mau Hálito


1) O mau hálito se origina no estômago.


Há alguns anos atrás surgiu um remédio nos Estados Unidos que prometia curar o mau hálito direto no estomago. No começo foi um grande alvoroço, porém, logo em seguida o fabricante foi praticamente eliminado do mercado pela FDA (Food & Drug Administration) por divulgar falsas afirmações. Resumindo a história, essa afirmação é uma grande inverdade. A não ser em raros casos em que realmente o mau cheiro vem de algum problema proveniente do estômago. Mas na grande maioria (mais de 90%) é algo completamente diferente.

Leite x Alho





O alho faz muito bem a saúde. Ele pode ser utilizado como antibiótico, antiinflamatório e até mesmo como protetor cardio- vascular. Mas seu consumo pode causar um problema que preocupa a maior parte da sociedade: O mau hálito. Para solucionar este problema pesquisadores concluíram que 200 ML de leite pode reduzir o mau cheiro pela metade

8 dicas para combater o mau hálito




  1. Beba água. Além de vários outros benefícios (veja aqui), a água ajuda a evitar o mau hálito já que, em muitos casos, este é causado pela boca estar seca ou com pouca saliva. É por isso, inclusive, que o hálito não costuma estar assim tão “fresco” quando acordamos.